Sem categoria

Vamos falar um pouco sobre como fazer a escolha das alianças. Antes de dar algumas dicas, vamos descobrir a origem das mesmas.
Os egípcios e hindus, cerca de 3.000 a.C., já usavam anéis para simbolizar a aliança entre homem e mulher. Para eles, um anel, um círculo, significava o que não tem um fim – mais modernamente representa o amor contínuo entre o casal, um símbolo de amor, fidelidade e cumplicidade.

Porque os gregos acreditavam que o terceiro dedo da mão esquerda possuía uma veia que levava diretamente ao coração, passaram a usar nele um anel de ferro imantado, para que os corações dos amantes permanecessem para sempre atraídos um pelo outro.
A palavra aliança, por si só, significa um acordo, um pacto entre duas partes. No contexto do casamento, as alianças celebram um acordo de cumplicidade, amor e fidelidade. Desse modo, esse simples objeto ganhou um significado muito simbólico: representa um elo material e espiritual entre duas pessoas, as quais compartilham as alegrias e tristezas da vida.

A escolha das alianças é uma das primeiras coisas que se faz durante o planejamento do casamento. Porém, existem tantos detalhes para se pensar ao escolher a aliança que às vezes fica confuso saber como proceder para a escolha do par ideal para o seu matrimônio.
Por isso, abaixo damos algumas dicas para escolha:

Clássico ou Moderno:
Existem alianças com texturas, pedras ou simplesmente lisas. Se preferem a aliança de ouro amarelo polido com um aspecto tradicional, podem optar por alianças de ouro de 14, 18 ou 24 quilates. Quanto maior o número de quilates de ouro, mais dourada será a aliança. Se tem preferências mais modernas, podem preferir uma aliança com uma superfície menos arredondada, ou até com as extremidades quadradas.

Estilo de vida:
As alianças de casamento devem ser escolhidas pelo casal, pois caso contrário será quase como casar sem um dos noivos. A aliança de casamento deve estar de acordo com seu estilo de vida. Para os que gostam de esportes, devem optar por alianças mais finas e mais redondas, em vez de maiores e mais trabalhadas; para quem trabalha com as mãos devem evitar pedras, e optar por alianças lisas e mais espessas.

Qualidade:
As alianças de casamento deverão ter duas marcas na parte inferior, a primeira indica a marca do fabricante, e a segunda indica a qualidade do material. Se a aliança tiver mais do que um material, por exemplo se for de ouro e de platina, esta aliança deverá ter três marcas de qualidade do material e uma do fabricante.

Estilo:
Não escolham alianças que passem rapidamente da moda, ou que se cansem com facilidade. Comprar alianças de casamento não é o mesmo que comprar uns jeans que se podem arrumar quando estamos fartos deles. Podem sempre optar por alianças de platina lisas, e irem incrustando um pequeno diamante por cada ano do seu aniversário de casamento.

O importante é que assim como todo o casamento, as alianças tenham o estilo e gosto do casal.